Pagamentos internacionais: descubra as melhores formas de fazê-los

Como fazer pagamentos internacionais

Você pode fazer pagamentos internacionais de diferentes formas, pessoalmente ou online. Confira algumas das melhores formas.

Precisa abrir uma conta bancária na Europa?Você pode abrir a sua conta bancária grátis em 5 minutos e com toda a segurança no N26, um banco digital que funciona em toda a Europa.

N26 não exige comprovação de rendimentos, você só precisa estar na Europa e ter seu passaporte em mãos.

Fazer pagamentos internacionais pela Remessa Online

Usamos e recomendamos a Remessa Online para fazer pagamentos internacionais. A plataforma, credenciada pelo Banco Central do Brasil (BACEN) para realizar serviços financeiros internacionais, oferece um bom custo-benefício e muitas vantagens.

Finalidades e custos

Ela efetua pagamentos internacionais de forma online, rápida, confiável e barata. Veja a seguir as finalidades autorizadas pelo BACEN na plataforma e seus custos.

  • Cursos no exterior (0,38% de IOF);
  • Pequenas encomendas – de até US$3 mil (0,38% de IOF);
  • Despesas médicas (0,38% de IOF);
  • Gastos com moradia (0,38% de IOF + 6% de Imposto de Renda);
  • Outras naturezas (varia de acordo com o tipo de pagamento).

Como pagar com a Remessa Online

É simples. Basta fazer o cadastro gratuitamente no site da Remessa Online, informar o beneficiário e realizar o pagamento por TED dentro do prazo estipulado para o beneficiário receber os valores.

Perceba neste artigo que a Remessa Online é a solução mais rápida no envio de dinheiro para o exterior.

Fazer pagamentos internacionais pela TransferWise

TransferWise também é uma boa maneira de fazer pagamentos internacionais. A plataforma, autorizada pela Financial Conduct Authority (FCA), no Reino Unido, é confiável e oferece boas taxas de câmbio.

No Brasil, a TransferWise trabalha em parceria com o MS Bank e o Banco Rendimento, que são autorizados pelo BACEN e operam de acordo com as normas do sistema bancário brasileiro.

Finalidades e custos

No momento, só é possível usar a TransferWise para as seguintes finalidades:

  • Manutenção de residentes: utilizado em transferências enviadas para pessoas físicas, normalmente familiares, sendo que o remetente e o beneficiário são pessoas distintas;
  • Disponibilidades no exterior: utilizado quando o remetente é o próprio beneficiário da transferência.

Você paga o valor da transferência e ele já inclui o custo da operação e o IOF que pago em seu nome. Cada transferência é declarada ao Banco Central e o titular da conta na TransferWise (o remetente) é o responsável por pagar a transferência utilizando a própria conta bancária pessoa física.

O preço varia de acordo com o lugar para onde que você pretende enviar (moeda de origem e moeda de destino). Confira aqui o preço para cada rota.

Deixe uma resposta